Como perder peso rápido? Dicas, Dietas e muito mais!

Dicas para perder peso rapidamente

A maior preocupação com a perda de peso rápida é o efeito que ela tem no bem-estar mental de alguém. As dietas rápidas muitas vezes deixam as pessoas se sentindo desmoralizadas quando começam a recuperar o peso tão rapidamente.

Há muitos planos de perda de peso por aí, prometendo resultados dramáticos em um curto espaço de tempo. E não é de se estranhar – já que o terceiro termo mais pesquisado no Google é “como perder peso”. É inevitável que haja pessoas e empresas interessadas em capitalizar isso vendendo soluções rápidas.

perder peso rapido

Claro, perder peso rapidamente parece ótimo, mas há um grande problema. Embora ver uma diferença na forma do seu corpo logo no início possa ser motivador e satisfatório, nutricionistas alertam que a perda de peso rapidamente é insustentável e não promove um relacionamento saudável a longo prazo com a comida.

Embora seja improvável que as dietas que carecem de nutrientes tenham um enorme impacto na saúde física geral, porque são de curto prazo, seu impacto no bem-estar mental pode ser duradouro. Perder peso rapidamente nem sempre promove uma relação saudável com a comida, dizem os nutricionistas.

A Associação Britânica de Dietética (BDA) alerta que a perda de peso segura e sustentável é entre 0,5 e 2kg por semana. Então, quais princípios essas dietas de perda rápida de peso têm em comum com as dietas de perda de peso saudáveis, como elas funcionam, e você deve dar-lhes uma chance?

Introduza um déficit calórico diário

Talvez o fator mais crucial em qualquer plano de perda de peso seja criar um déficit calórico. Isto é, simplesmente, comer menos calorias do que o seu corpo consegue queimar. Coma um pouco menos todos os dias e provavelmente você perderá peso. No entanto, você precisa fazer isso com segurança – um déficit de 500 calorias em suas necessidades diárias é recomendado pelo BDA.

dicas para reducao de peso

Você pode usar um contador de calorias para ter certeza que sua ingestão diária esteja em um déficit calórico. Uma dieta pouco calórica, em que os dietistas comem apenas 800 calorias por dia, é adequada apenas para adultos obesos com um IMC de 30 ou mais anos e deve ser supervisionada clinicamente.

Ao seguir uma dieta com controle de calorias, é uma boa ideia registrar as calorias e ficar de olho na sua meta diária. Usar um aplicativo como o MyFitnessPal para contar calorias nas primeiras 3-4 semanas pode ajudá-lo a permanecer no caminho certo.

 

Aumente seu nível de atividade física

Quanto mais você se exercita, mais energia você estará colocando em seu corpo. Diferentes tipos de exercícios colocam diferentes tensões no corpo, e a quantidade de calorias que você perde com cada exercício depende do quanto você já está pesado.

atividade fisica

 

A regra simples é que, quanto mais intensa for sua forma de exercício, maior a probabilidade de você queimar calorias mais rapidamente – assim, é mais provável que você entre em déficit calórico. Quanto mais exercício você fizer, mais calorias você vai queimar

Reconsidere os Carboidratos

Muitas dietas restritivas resultam em rápida perda de peso devido à falta de carboidratos. Por que isso funciona?

Quando você come carboidratos, seu corpo irá armazena-lo como glicogênio no fígado e músculo. Seus músculos armazenam aproximadamente 500g e seu fígado aproximadamente 100g. Assim, cortar carboidratos ajudará você a perder peso.

Durma bem

Dormir suas oito horas por dia é tão importante quanto sua dieta e regime de exercícios quando se trata de perda de peso.

Em um estudo realizado pela Universidade de Leeds, 1.615 adultos relataram quanto tempo dormiram e mantiveram registros de ingestão de alimentos. Indicadores de saúde metabólica geral, como pressão arterial, colesterol sanguíneo, açúcar no sangue e função tireoidiana foram monitorados, bem como o peso e a circunferência da cintura registrados.

Pessoas que dormiram por seis horas ou menos por noite tiveram cinturas com cerca de 1,1 polegadas (3cm) maiores do que aquelas que dormiam por nove horas.

Coma quando estiver com fome

Não fique com fome. Um erro comumente cometido ao iniciar uma dieta baixa em carboidratos: Reduzir a ingestão de carboidratos e gordura ao mesmo tempo.

Carboidratos e gordura são as principais fontes de energia do corpo e você precisa de pelo menos um deles para sobreviver.

Baixo teor de carboidratos e baixo teor de gordura = fome

Evitar carboidratos e gorduras resulta em fome, desejos por doces e fadiga. Mais cedo ou mais tarde, as pessoas não aguentam e desistem. A solução é comer gorduras boas até que você se sinta satisfeito. Por exemplo:

  • Manteiga
  • Azeite
  • Carne (incluindo a gordura)
  • Peixe gordo
  • Bacon
  • Ovos
  • Óleo de coco, etc.

Sempre coma o bastante para que você se sinta cheio, principalmente no início da sua jornada de perda de peso. Fazendo isso em uma dieta com baixo teor de carboidratos significa que a gordura que você come será queimada como fonte de energia ao invés do seu corpo buscar os músculos. Você vai se tornar uma máquina de queima de gordura e perderá o excesso de peso sem fome.

Você deve temer a gordura saturada? Não. O medo da gordura saturada é baseado em teorias obsoletas que foram provadas incorretas pela ciência moderna. A manteiga é uma comida saudável. No entanto, sinta-se livre para comer gordura principalmente gordura insaturada (por exemplo, azeite, abacate, peixe gordo), se você preferir.

Comer quando está com fome também implica outra coisa: se você não está com fome, provavelmente ainda não precisa comer. Sinta-se à vontade para comer quantas vezes por dia funcionar melhor para você.

Algumas pessoas comem três vezes ao dia e, ocasionalmente, fazem um lanche entre suas refeições. Outras pessoas só comem uma ou duas vezes por dia e nunca lancham. Apenas coma quando estiver com fome.

 Coma comida de verdade

Outro erro comum ao seguir uma dieta baixa em carboidratos é ser enganado pelo marketing criativo de produtos especiais de “baixo carboidrato”. A verdadeira comida é a que os humanos têm comido por milhares de anos, por exemplo, carne, peixe, legumes, ovos, manteiga, azeite, nozes etc.

Se você quer perder peso, é melhor evitar produtos especiais com baixo teor de carboidratos. Os profissionais de marketing criativos estão fazendo tudo o que podem para enganar você (e conseguir seu dinheiro). Eles vão te dizer que você pode comer biscoitos, massas, sorvetes, pão e muito chocolate em uma dieta baixa em carboidratos, contanto que você compre sua marca. Esses produtos estão cheios de carboidratos. Não se deixe enganar.

Meça seu progresso com sabedoria

O rastreamento de perda de peso bem-sucedida é, às vezes, mais complicado do que você imagina. Concentrar-se apenas no peso ao pisar na balança todos os dias pode ser enganador, além de causar ansiedade desnecessária e minar sua motivação sem um bom motivo.

progresso-dieta

A balança não é necessariamente sua amiga. Você pode perder gordura – mas a balança mede músculos, ossos e órgãos internos também. Ganhar músculo é uma coisa boa. Assim, o peso da balança ou o IMC são formas imperfeitas de medir seu progresso. Iniciar um treino de musculação e ganhar músculos também pode esconder sua perda de gordura.

Perder gordura e ganhar músculos significa um grande progresso. Assim, é inteligente também acompanhar o desaparecimento de sua gordura da barriga, medindo sua circunferência da cintura.

Aproveite e confira o Phyto Power Caps e veja como você pode acelerar o processo de perda de peso!

Sobre Roberto 163 artigos
Roberto Paiva, Redator do do Site Saúde dos Homens, Formado pela PUC/PR em Comunicação Social, pai de 3 filhos e atua como acupunturista a mais de 10 anos.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*